Qual o melhor tipo de frete internacional para minha empresa?

Time Plasmundi

Quando se trata de frete internacional, há muito para observar. 

Saber a diferença entre os vários tipos de remessa internacional irá economizar dinheiro a longo prazo. Além disso, é bom saber exatamente o que você está procurando. Ter um bom conhecimento sobre um determinado assunto o protegerá de gastar mais do que precisa ou de ser pressionado a fazer algo que não seja relevante para sua situação específica.

A principal diferença entre o transporte de cargas e o transporte de contêineres é que o transporte de contêineres tem requisitos muito específicos em relação ao tamanho e tipo de material que você pode enviar.

No transporte de cargas, você pode enviar basicamente o que quiser, desde que esteja em uma embalagem aprovada e tenha a declaração necessária. O transporte de contêineres é limitado ao espaço dentro do contêiner, e você tem que ter muito cuidado com os tipos de coisas que você coloca dentro.

Embora todos estejam relacionados, cada tipo de frete internacional tem suas próprias características únicas, que afetam muito o tempo e os custos de transporte, por isso é extremamente importante que você opte pelo frete mais adequado. 

Tipos de frete internacionais mais usados:

Quando escolher CIF e quando optar pelo FOB?

A abreviatura CIF significa  Cost, Insurance and Freight, em português “Custo, Seguros e Frete“. 

O CIF é considerado a melhor maneira de comprar produtos para aqueles que são novos no comércio internacional. Também pode ser uma opção mais vantajosa para comerciantes com cargas pequenas. 

No CIF, o vendedor é responsável por transportar a mercadoria até o porto mais próximo, carregar a mercadoria no navio e pagar o frete da mercadoria a ser entregue no porto escolhido pelo comprador. O vendedor também é responsável pelo pagamento do seguro das mercadorias.

No Free on Board (FOB) que significa “Posto a Bordo“, o vendedor deve carregar a mercadoria a bordo do navio, indicada pelo comprador. Custo e risco são divididos quando as mercadorias estão realmente a bordo.

Esses comerciantes possuem seus próprios despachantes e agentes logísticos no porto onde o comprador carrega as mercadorias a serem importadas. As mercadorias são consideradas entregues assim que cruzam a amurada do navio. O comprador é, portanto, responsável pelo pagamento do frete e seguro do navio. 

Os benefícios de optar pelo  FOB é que há possibilidade de obter uma melhor negociação em relação aos serviços de frete, ao contrário do CIF, pois neste último quem escolhe os serviços são os vendedores. Isso ocorre porque o vendedor pode estar, de alguma forma, tentando lucrar com o frete.

Bônus: incoterms

Um incoterm representa um termo universal que define uma transação entre importador e exportador para que ambas as partes entendam as tarefas, custos, riscos e responsabilidades, bem como a gestão de logística e transporte desde a saída do produto até o recebimento pelo país importador. 

Atualizados a cada dez anos pelo ICC, os Incoterms são reconhecidos por órgãos comerciais, tribunais e advogados e servem como uma linguagem universal para definir acordos de vendas. Os Incoterms especificam qual parte (vendedor ou comprador) é responsável pelos custos, tarefas e riscos associados ao transporte internacional e entrega de mercadorias.

Se você precisa de ajuda com sua operação logística, considere a parceria com um provedor de soluções inteligentes como a Plasmundi. Para auxiliar em sua pesquisa e tomar a melhor decisão, entre em contato com um de nossos especialistas.

Tags :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *